Marketing Nutricional
blog

 

Entrevista sobre Food Service

 

Laudizio Marquesi: Com foco em logística, transporte e novas leis.Economista, Administrador, Pós em Logistica Empresarial. Trabalhou nos grupos HERING , BUNGE e CARGILL. Idiomas : Português, Inglês e Espanhol. Sites que administra : www.tresgeracoes.com.br www.saberjuridico.com.br Membro dos Comites: ABRAVA CB 39 ANFIR CB 55 SETCESP CAD TRIBUTOS COMFROTA NTC - CTCF LOG - CISP E PALESTRANTE MARKETING NUTRICIONAL. FOOD SERVICE .

 

MN: Qual é a sua visão do mercado de Food Service ?

Laudizio:  Acreditamos neste mercado por seu  enorme potencial !
Baseamos nossas análises, sempre em informações das associações  ABERC, ABAGA, ABRASEL, ABRE, APAS, ECR, NTC&LOGÍSTICA, SETCESP, entre outras, além de instituições como IPEA - USP  e  FGV e “players” do mercado.   Nosso objetivo é  estar analisando “  tendências de mercado “ para transmiti-las  de  forma  fidedigna aos empreendedores e investidores  que focam seus negócios   na  “ Alimentação fora do Lar “.

MN: Qual é representatividade do mercado de “ Food  Service”   e  agentes e fatores que impulsionam seu crescimento no Brasil?

Laudizio:   Prefiro ser conservador  e estimar este mercado  em R$  100 Bilhões de reais, pois grande parte ainda é representada pela informalidade.   Mas dados da ABIA nos últimos 10 anos  , nos conduzem a um crescimento de  262%, enquanto que o varejo no mesmo período pontuou crescimento de  107%.

No  momento em que a “ mulher “ passou a ser  “ peça chave “  na composição da  renda familiar ,  manutenção de   uma  política  séria de estabilidade  econômica , mudança do perfil das classes sociais com crescimento forte e visível das classes sociais, com predominância da classe “C”, além da mudança dos perfis  familiares  e  da busca incessante  de  mudança de padrões e qualidade de vida, o “  FOOD SERVICE  “  conseguiu alcançar  níveis estáveis de negócios, que sinalizam seus passos futuros.

MN: Como as  indústrias estão buscando  soluções  para o mercado FOOD SERVICE?

Laudizio:  Sem dúvida de forma  bastante  positiva.  Hoje existe por parte das indústrias , uma preocupação na formação da “ Divisão Food Service “, buscando direcionamento  da linha de produtos  para este segmento de mercado.  E dentro da política de  “  Fazer certo da primeira vez “ , criam - se  embalagens adequadas , produtos semi - prontos  e com maior valor agregado , equipes de atendimento bem treinadas , além de malha de distribuidores especializados em todos os segmentos ( secos , resfriados e congelados ), e com potencial crescente de atendimento à  clientes fora de “ rotas normais de distribuição“.

MN: Por ser uma área estratégica e atendimento do Cliente, quais são os cuidados que devem ser  observados?

Laudizio : Como estamos falando de “Clientes “e  partindo do  principio de que o produto saiu em  perfeitas  condições da indústria,  alguns aspectos devem ser observados , como : transportes, recebimento e armazenamento correto das mercadorias, (origem, embalagem ,estocagem ), boas práticas de  manuseio no processo produtivo,além do  atendimento  do código do direito do consumidor e às  normas  tributárias e  de fiscalização governamentais.

MN: O crescimento deste mercado, trouxe problemas na logística para a entrega de mercadorias, com  o aumento de veículos rodando na cidade. Como as indústrias devem se adequar para atender os seus clientes do Food Service?

Laudizio: Com certeza, S.Paulo representa um pólo de desenvolvimento e atrai empreendedores de todo Brasil. S.Paulo, porém , não posicionou -se com relação ao crescimento  do “ transporte  público “.
A  Prefeitura de S.Paulo, baixou os decretos  49.487  e  49.636, que  entraram em vigor em  30  de junho/ 2008, que  aumenta  de  25,4 km  para  100 km, a ZMRC (Zona Máxima de Restrição de  Transito), prevendo  entregas  noturnas , entre  21 hs e  5 da manhã.  Os  veículos de produtos  perecíveis, desde que atendendo à  normas de rodízio municipal poderão circular entre  5  da manhã e meio dia.    As indústrias de porte,  já contam com  operadores logísticos e transportadoras que  estão  aptas  ao cumprimento destas  normas e ao perfeito atendimento aos  clientes do “ FOOD SERVICE “. no centro expandido de S.Paulo.

MN: O transporte e entrega no Food Service, na sua visão , deve ser visto de forma diferente de como é realizado hoje ?

Laudizio:  Quando  falamos de entregas  em  metrópoles ou grandes cidades  não temos  maiores preocupações, pois  a  indústria  está  estruturada  para  efetivar estas  entregas através de malha de distribuição e logística. Preocupa-nos , empreendedores que colocam seus estabelecimentos em cidades turísticas e  pequenas cidades e  ficam  praticamente à  margem deste atendimento.     Atendimento por  distribuidores especializados em  food service  (  secos / resfriados e congelados ) e  aqui  reforço que  devem  ser  “especializados em food  service ... mesmo “ ,  e  operadores  logísticos que  façam a  consolidação de carga  de  diversos fornecedores e marcas  e as  transportem  até o cliente Final, mediante grade de entrega  e fidelização e assertividade de entrega.

MN: O senhor acha que transportadoras que já tenham uma adequação logística de transporte de alimentos também podem auxiliar na distribuição direta para o mercado Food Service?

Laudizio:   Felizmente os operadores logísticos  perceberam  este mercado em crescimento e passaram a  investir no mesmo.   Hoje, por  solicitação da indústria já  se busca transportar  mercadorias deste segmento de mercado  em carrocerias  com  mais de uma  temperatura ,  as transportadoras  que  já efetivam este  transporte é crescente.   É  importante  mencionar, que o Brasil tem  conseguido desenvolver - se  em determinadas  áreas , como  rastreamento de veículos e  mercadorias,  telemetria ,  emissão eletrônica e fiscalização de documentos fiscais.   É  uma  exigência do mercado!

MN: Sabe-se que são muitos os problemas dos alimentos perecíveis. Como a indústria pode escolher melhor seus parceiros de transportes para a entrega destas mercadorias nos serviços de alimentação, mantendo a qualidade do produto?

Laudizio:  É  importante notar  que  em diversos segmentos  produtivos  ou
comerciais ou  serviços,  estão  ocorrendo  “  fusões  e  aquisições “,  sejam através  de investidores  nacionais ou estrangeiros e de maneira generalizada  na  área de alimentos  pelo  seu posicionamento  estratégico .     O  Consumidor  final  hoje  conhece  seu  poder  e  o exerce , fazendo com que  toda a cadeia de abastecimento seja  obrigada  a  evoluir  para melhor atende - lo!

 MN: Tendo trabalhado em várias empresas, onde sempre atuou nas áreas de transporte, distribuição  e logística, em sua opinião, quais as mudanças que  já deveriam ter sido feitas e ainda não foram?

Laudizio:  Sem dúvida , obras de infra-estrutura.  Citamos algumas ,como a melhoria das malhas Rodoviária e Ferroviária . Melhoria do serviço de cabotagem. Conclusão de eclusas, para expansão do modal aquaviário .  Com certeza tudo isto fará grande diferença no abastecimento de matérias primas e produtos.

MN: Seja uma indústria, seja uma transportadora que esteja envolvida com o Food Service o que devem desenvolver agora para não terem problemas futuros?

Laudizio: Profissionalmente, trabalho na TRÊS GERAÇÕES TRANSPORTES ,
que presta serviços  à  PERDIGÃO,  FRIBOI , BATAVO  e  disponibilizamos para o atendimento, veículos refrigerados e compartimentados, com menos de três anos de fabricação, além de equipe constantemente treinada, uniformizada e acompanhada pelos modernos meios de comunicação disponíveis no mercado e sempre em sinergia e orientações de nossos clientes.
Nossa  orientação é a de que  as  empresas  procurem  sempre  “  fazer certo da primeira vez “, buscando  sempre  o melhor  operador logístico e melhor transportadora , que  tenham referências e que de preferência  trabalhem para o “ Food  Service “.     Sucesso a todos e ficamos à disposição!

 

Laudizio Marquesi.
CONSULTOR.

 

BLOG

Laudizio Marquesi

Formação acadêmica FMU - ECONOMIA E FGV - LOGÍSTICA.

Desde janeiro de 2006 , sou sócio gerente da CONSULOG CONSULTORIA LOGÍSTICA , especializada em Novos Projetos em Logística e Supply Chain.

JORNAL ELETRÔNICO

banner

Fornecedores

banner

MERCADO PROFISSIONAL

banner

BLOG DOS PROFISSIONAIS

banner

ENTREVISTA

banner

Emprego

Notícias do Setor de Alimentação. Cadastre-se!