Marketing Nutricional
blog
descrição da imagem

A causa de não emagrecer pode estar na saúde do seu Intestino

Por Juliana Rosa - Nutricionista

A saúde intestinal vai além de um intestino funcionando como um “reloginho”. Hoje sabemos que este órgão tem função metabólica uma vez que tem a permeabilidade seletiva, comunicação direta com o celebro através do nervo vago e é colonizado por milhares de cepas (família de bactérias boas e ruins) que vivem em simbiose, uma espécie de harmonia.

A disbiose intestinal é um desequilíbrio da flora bacteriana intestinal que reduz a capacidade de absorção dos nutrientes e pode favorecer doenças através da alteração da permeabilidade seletiva. Este desequilíbrio é causado pela diminuição do número de bactérias boas do intestino e aumento das bactérias capazes de causar doença.

SINAIS E SINTOMAS

Gases, arrotos, nausea;
Queda de cabelo;
Unhas fracas;
Períodos alternados de diarreia e prisão de ventre;
Dores de cabeça;
Cansaço;
Candidíase de repetição;
Urticária, acne;
Obesidade,
Intolerâncias alimentares

CAUSAS

As causas da disbiose intestinal pode estar relacionada com o uso de antibióticos, cortisona, laxantes e também devido ao uso abusivo de álcool. O estresse, a alimentação inadequada com excesso de açúcar, alimentos refinados e industrializados e pobre em fibras, bem como algumas doenças intestinais, como diverticulite, inflamação intestinal e a prisão de ventre, também favorecem o desequilibro da flora intestinal e, consequentemente, da instalação da disbiose.

Ter algum grau de sobrepeso ou obesidade também favorece ao quadro de disbiose, dificultando o tratamento inicial para o controle de peso.

E depois de tudo isso, qual é o tratamento?

Para tratar a disbiose é necessário acompanhamento de um nutricionista habilitado para melhor avaliar a rotina alimentar e o seu dia-a-dia, para assim, propor o melhor plano de mudanças respeitando a individualidade. Apresento algumas extratégias dietéticas, unindo os últimos conceitos e principalmente aprendidos no Ganep 2019 e minha prática clínica:

✔ Estar com peso dentro da faixa de normalidade clínica;
✔Uso Biomamps e Probióticos e/ou antioxidantes;
✔ Estilo de vida saudável
✔ Controle do stresse;
✔ Sono adequado, de forma ao acordar descansado;
✔ Atividade física semanal ≥ 150 minutos de exercícios em intensidade moderada ou 75 minutos de exercícios intensos;
✔ Mindfullness, fatores psicossociais e espitirualidade.

Gostou das informações? Fique a vontade para me escrever!

Colunista MN - Juliana Rosa

Nutricionista Juliana Rosa - CRN-3 23665
Graduada em 2007, pelo Colégio Salesiano de Santo André. Especialista em Nutrição desde 2009. Realiza atendimento em consultório com foco na área esportiva.
Consultora em empresas de alimentos e colunista no Blog do Profissional da revista Marketing Nutricional.
Sua página do Instagram está como @ju.rosanutri

Dúvidas, enviar e-mail para juliana_marinaro@yahoo.com.br ou (11) 99875-3509.

 

 

Post Comentário

Facebook LinkedIn Twitter Google+ WhatsApp Email

 

BLOG

JULIANA ROSA

Graduada desde 2007, Colégio Salesiano de Santo André. Especialista em Nutrição desde 2009. Atende em consultório e Personal Diet com foco na área esportiva. Presta consultoria para empresas de alimentos e Colunista em revista especializada na área esportiva e mkt nutricional.

Acompanhe

BLOG

A causa de não emagrecer pode estar na saúde do seu Intestino

BLOG

6º. Meeting Brasileiro de Nutrição Estética

BLOG

Arnold Sports Festival South America 2019

BLOG

XIV Congresso Internacional de Nutrição Funcional Mostra a diversidade Alimentar, Ambiental e Cultural dos Biomas Brasileiros.

BLOG

Ganepão 2018: 8º ICNO e CBNC e 2º. NEXSA – Congresso Internacional de Nutrição, Exercício e Saúde

BLOG

5 Meeting de Nutrição Estética 2018

BLOG

O NOVO HÁBITO ALIMENTAR

BLOG

Arnold Sports Festival South America no Brasil 2018

OFFE

banner

JULIANA ROSA

JORNAL ELETRÔNICO

banner

Fornecedores

banner

MERCADO PROFISSIONAL

banner

BLOG DOS PROFISSIONAIS

banner

Emprego

Notícias do Setor de Alimentação. Cadastre-se!