EM FOCO Food Service - Oferecimento:

emfoco
Facebook LinkedIn WhatsApp

Por que trazer a Equipe para o seu lado?

Se você consegue, todos os processos melhoram

emfoco

Qualquer tarefa se torna mais fácil e rápida quando realizada com trabalho em equipe. 

No momento em que um grupo de pessoas se une para alcançar um objetivo comum, agregando diferentes habilidades, forças, talentos e conhecimento, não apenas os resultados são melhores, como a caminhada se torna mais prazerosa.

Para o trabalho em equipe dar certo, é preciso que ela esteja do seu lado  -  Lembrando que o trabalho em equipe é a capacidade de colaborar com os outros para que todos atinjam seu potencial máximo e, juntos, alcancem objetivos compartilhados.

Conseguir manter a equipe de trabalho com você é uma das habilidades mais desejáveis,  pois essa prática cria confiança,  aumenta a produtividade, promove senso de comunidade e cria oportunidades para crescer para todos.

O trabalho em equipe aumenta a eficiência da atividade desenvolvida, cria um ambiente amigável e produtivo, motiva a união entre colegas e resulta em melhor desempenho, tanto individual quanto da equipe., se você consegue que ela esteja do seu lado.

Um forte trabalho em equipe tem o potencial de aumentar a satisfação e a produtividade dos funcionários, ao mesmo tempo em que diminui a rotatividade e o absenteísmo, ajudando a empresa a alcançar melhores resultados no mercado.

Os melhores benefícios de ter a equipe do seu lado são:  Construir confiança - Inspirar e gerar motivação - Aumentar o engajamento  - Trazer valorização - Aumentar a produtividade -Trazer soluções mais criativas - Todos saírem ganhando.

O que mais importa para uma colaboração de sucesso não são as personalidades, atitudes ou estilos comportamentais dos membros de uma equipe, mas uma direção convincente, estrutura forte, contexto de apoio e mentalidade compartilhada e isso só se consegue com a equipe do seu lado.

Incentivar, motivar, reconhecer fará com que os membros da equipe fiquem do seu lado gerando cada vez mais engajamento e confiança.

emfoco

 

Gestão Positiva: Motiva, incentiva, engaja, gera confiança e ganhos a todos.

 

Estamos com você, trazendo novidades, informações e notícias para o seu planejamento, para sua atualização e reciclagem, trazendo as tendências, os melhores fornecedores, as legislações sanitárias, as feiras, congressos e cursos do setor, conectando você ao Mercado de Alimentação. Acompanhe-nos e compartilhe.

Oferecimento da Seção

banner
Atualidade

FOOD SERVICE

O Food Service em Nova Fase: Como ser o Fornecedor de Soluções

Por Osvaldo Camacho

descrição da imagem

Toda a cadeia de food service está em um novo momento, com a chegada de novos players, novas possibilidades, e as mudanças de hábitos dos consumidores de uma forma geral.

Nesse cenário desafiador, é importante que as empresas fornecedoras do segmento de Food Service se destaquem e ofereçam seus produtos ou seus serviços com a qualidade esperada. Uma das melhores formas de fazer isso é se tornar reconhecida por solucionar problemas.

“A solução para os seus problemas está aqui’.

Esta é uma frase de impacto que pode e deve ser usada por um fornecedor de soluções para chamar a atenção dos clientes e mostrar que tem a solução para os problemas que estão enfrentando. A frase é curta e muito direta, e faz uma promessa clara ao cliente e acessível a todos que tenham necessidade.

Um fornecedor de soluções do segmento, é uma empresa que oferece serviços como consultorias, planejamentos, treinamentos, manutenção de equipamentos e suprimentos. Os produtos podem ser desde alimentos até utensílios.

Porém, é importante levantar os principais anseios dos clientes é oferecer soluções que atendam completamente suas demandas, além é claro a agilidade e eficiência que esse mercado exige, afinal nossos clientes não podem esperar para solucionar seus problemas. Sendo assim, ao se tornar reconhecido por solucionar problemas, o fornecedor aumentará sua competitividade e conquistará novos mercados e/ou clientes que não estejam satisfeitos com a solução que lhes são apresentadas, e com isso podem aumentar a sua competitividade e conquistar uma fatia maior do mercado.

Outro ponto importante é a tecnologia, ela sempre pode ser usada para melhorar a experiência do cliente, a eficiência da operação é reduzir os custos. O uso de sistema de gerenciamento de pedidos para agilizar o atendimento é um exemplo muito usado. Sistemas de controle de estoques e compras são outros exemplos muito bem difundidos no segmento e que auxiliam diretamente na redução de custos e desperdícios das empresas, além de agilizar o preparo dos alimentos, fazendo parte significativa das soluções do mercado food.

Seguindo nessa mesma seara de soluções, a integração de sistema de compras e fornecimento entre fornecedores e clientes tem sido cada vez mais utilizada, diminuindo estoques e aproximando equipes, para uma comunicação mais clara e objetiva.

Investir em tecnologia é uma maneira das empresas do food service se manterem competitivas e oferecerem uma experiência melhor aos seus clientes.

Algumas dicas para se tornar reconhecida por solucionar problemas:

Estude e descubra a demanda dos clientes.

Ofereça produtos e serviços que realmente atendam o que o cliente precisa.

Seja ágil e eficiente no atendimento.

Seja proativo, enxergue onde ninguém enxergou.

Faça um acompanhamento e estatísticas das soluções.

Existe diferença entre o que se quer, e o que se precisa.

Além disso, as empresas do food service precisam se concentrar em oferecer uma experiência permanente e de qualidade aos seus clientes. Eles precisam garantir que os alimentos sejam frescos e saborosos, e que o serviço seja rápido, eficiente e marcante. A entrega de um produto ou serviço com qualidade percebida e surpreendente, garante a continuidade do negócio.

Se as empresas do food service conseguirem se adaptar às novas demandas dos consumidores e ainda conseguirem surpreendê-los, elas poderão continuar a crescer e prosperar.

Ser reconhecido como fornecedor de soluções demanda tempo e muita dedicação, porém é muito gratificante pelo reconhecimento do esforço e da inovação da equipe.

Com o apoio de um fornecedor de soluções as empresas de food service podem melhorar seus negócios e entregar uma melhor experiencia aos seus clientes, fazendo com que seus negócios se multipliquem.

emfoco

Osvaldo Camacho - Diretor Industrial na Itabom. Carreira desenvolvida na área produtiva e de planejamento, com ampla experiência no controle de operações da indústria no segmento de aves, suínos e industrializados. Há mais de 25 no segmento, atuando em todos os níveis de gestão.

Mercado

Sugestão para Negócios em Alimentação

 

PRATICIDADE E TRADIÇÃO EM FOOD SERVICE

O parceiro ideal para o seu negócio de food service

Parceiros comprometidos com o sucesso da sua operação! Com soluções de qualidade, a Bella Giornata está aqui para elevar o nível da cozinha do seu estabelecimento.

Linha de sobremesas

 

Sabor e cremosidade inigualáveis. Fórmulas exclusivas são desenvolvidas para conquistar os seus clientes com texturas incomparáveis e aromas irresistíveis.

 

- Panna Cotta Mercado
- Manjar de Laranja
- Gelatina
- Creme Brulee
- Pudim
- Calda

 

Conheça os produtos e saiba como a Bella Giornata
Pode ajudar no seu negócio de food service - Acesse:

 

bellagiornata.com.br

 

Corporativo

Qual a Importância do Networking Profissional

Por Kelly Souza

emfoco

Sem sombra de dúvidas "grandes oportunidades", aparecem através de uma boa "rede de relacionamentos". Imagine a situação, em que você vai apresentar um Projeto, no momento se depara com um antigo colega na mesma reunião e ele já te conhece como pessoa e profissionalmente e pelo seu bom trabalho, forma educada e técnica de atuação. Automaticamente, uma oportunidade aparece ao seu favor mesmo antes de apresentar algo, não é verdade?

Será que foi sorte? Ou a credibilidade pela sua entrega, exercendo um Networking de forma profissional?

Pessoas a cada dia estarão sempre sendo colocados à prova pelo seu poder de interação, sinergia, empatia e o quanto estão dispostos a servir sua rede de contatos, esteja disposto a oferecer sua ajuda e recursos sempre que possível. Se você pode ajudar alguém com uma introdução, conselho ou recurso útil, faça isso. Isso demonstra sua generosidade e pode ajudar a fortalecer seus relacionamentos profissionais.

A habilidade de conhecer e encantar o outro pela sua disposição, pelo seu bom trabalho e relacionamento, são habilidades cada dia mais humanas e utilizam muito do quanto você está entregue a trabalhar suas características emocionais. Para assim se tornar um “networker” profissional. No entanto, sua Inteligência Emocional, será colocada em evidência, já parou para refletir sobre isso?

E como melhorar e expandir e a cada dia mais meu Networking? Acredito que não temos uma “receita”, pois a melhor forma é aquela que você se sente à vontade e faz de coração. E claro, vou deixar aqui, algumas dicas, para que você comece hoje mesmo, utilizar aquela que mais se identificar, como:

➢ Seja visto: A participação de eventos, seminários, modelagem entre Networkers, Sessões de Mentoria, podcasts e vou citar aqui um livro que faz total sentido para o tema em questão “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas - Dale Carnegie

➢ Seja Paciente e Persistente: O networking é uma jornada contínua e pode levar tempo para ver resultados significativos. Seja paciente e persistente em sua busca por novas conexões e oportunidades de carreira.

➢ Aprenda a Arte do Follow-Up: Após fazer novas conexões, faça follow-up regularmente para manter o relacionamento vivo. Isso pode incluir enviar artigos interessantes, convidá-los para eventos relevantes ou apenas verificar como estão. O follow-up mostra seu interesse genuíno em manter contato.

Nunca esqueça! A forma com que você se relaciona com as pessoas, diz muito sobre você, sem que você diga uma só palavra. E que o networking é sobre construir relacionamentos genuínos e duradouros, não apenas sobre aumentar o número de conexões. Concentre-se em construir conexões significativas com pessoas que você admira e respeita em sua área de atuação.

"Não é exatamente enxergando o que ninguém vê que fará o diferencial. É entendendo ângulos que ninguém pensou sobre aquilo que, no fundo, todo mundo viu."

(Vanessa Brunt | Livro Entre Chaves)

emfoco

Kelly Souza - Gerente de Operações | Mentora de Carreira no Food Service. 18 anos de carreira, atuando em grandes empresas no segmento de Food Service. Formada em Nutrição na UNIMINAS, com especialização em Qualidade e Gestão Estratégica, Pós-Graduada em Comportamento Humano. Master Practitioner pelo Instituto Giomo. Certificada em Alta Performance pelo Performan-C e Mentorada por Joel Jota. Me acompanhe também no Instagram: @nutri_kellysouza

Entrevista

blog

Negócios e Expansão: Trajetória André Rezende e Prática no Mercado de Cozinhas Profissionais

Com André Rezende - CEO Prática

MN: Como a empresa nasceu?

André Rezende: Originalmente a Prática fabricava estantes de aço, uma comodity sem muito valor agregado. Ocorre que em nossa família fomos proprietários de uma panificadora por um certo período e naquela época os custos de energia provocados pelos fornos elétricos tradicionais eram muito grandes, comparáveis à folha de pagamento e outras despesas de primeira grandeza do negócio. Enxergamos então a possibilidade de desenvolver equipamentos mais eficientes e até hoje estamos no mesmo caminho.

MN: O que motivou e motiva o Desenvolvimento da Prática no Setor Food Service que é muito competitivo?

Filial Prática em São Paulo

André Rezende: O centro da nossa estratégia é proximidade ao cliente e isto se desdobrou na criação de processos de apoio ao cliente e uma rede de serviços que nos diferencia. Sabemos que ninguém faz nada sozinho e ao longo dos anos fomos capazes de criar uma rede de parceiros com os quais compartilhamos o nosso sucesso e que nos permite dar um atendimento especial aos nossos clientes.

MN: Quais as principais Inovações que a empresa trouxe para o Mercado Food Service desde a sua criação?

André Rezende: Fomos a primeira empresa a fabricar fornos combinados com a tecnologia boilerless no país e isso permitiu que os benefícios deste tipo de equipamento ficassem disponíveis a um universo de clientes muito maior. A partir da aquisição da marca Klimaquip de ultra congeladores pudemos oferecer ao mercado o Sistema Pronto, nossa versão própria do COOK & CHILL. Somos a única empresa do hemisfério sul que fabrica Speed Ovens, uma tendencia que se afirma cada vez mais.

MN: Atualmente, a Prática está em mais de 40 países, de que forma deu o trabalho para alcançar os novos mercados?

André Rezende: A expansão internacional se deu a partir de uma visão de futuro e um desafio que nós mesmos nos propusemos. Além de nossas filiais no Chile e nos Estados Unidos, hoje contamos com uma rede de parceiros distribuidores mundo afora aos quais procuramos servir de forma a capacitá-los a aplicar em seus respectivos mercados a mesma atenção aos clientes finais que nos diferencia aqui no Brasil.

Leia na Íntegra...

emfoco

André Rezende
CEO Prática

SUA MARCA

Equipamentos

Restaurantes Eficientes - Qual o Papel dos Projetos de Cozinha Profissional?

Por Ana Sales

emfoco

O mercado alimentício enfrentou turbulentos desafios na pandemia e nos dois últimos anos, empresários do setor vem retomando as atividades de forma cautelosa, utilizando estratégias que possam gerar resultados eficientes e melhor desempenho econômico.

Um restaurante eficiente deve possuir um padrão de gerenciamento e disposição física que otimizam os processos. Sabemos que a cozinha é o coração de um restaurante. É esse ambiente onde são processados os pedidos dos consumidores, que tem a maior importância quando o assunto é resultado satisfatório.

Ao fazer um diagnóstico dos possíveis problemas de operação em restaurantes, pudesse afirmar que a ineficiência destes, tem relação direta com a cozinha e a falta de um projeto inteligente executado de acordo com o tipo e a demanda do estabelecimento.

O projeto de cozinha profissional apresenta um design de layout organizado, utiliza as estratégias de integração racionalizada dos métodos de produção e possui uma flexibilidade somado ao alto desempenho para obter os resultados desejados com maior precisão. As soluções de projeto devem ser consideradas não somente para novos estabelecimentos, mas também é possível para aqueles que desejam ou estão realizando a reformulação do seu negócio.

O que norteia o processo criativo de um projeto de cozinha profissional é o fluxograma operacional. Nele é previsto todas as etapas de manipulação e produção dos alimentos que serão preparados e que devem ser conduzidos até a sua fase final e expedição. A elaboração de um projeto é um trabalho, multidisciplinar, realizado em conjunto entre profissionais de arquitetura, chefes e ou nutricionistas que se embasam em aspectos técnicos ergonômicos e operacionais. O projeto de layout tem por função setorizar as áreas de cada etapa de preparação dos alimentos, desde o momento do seu recebimento, higienização e armazenamento até a finalização dos pratos. Para cada área é realizado um dimensionamento na planta de projeto arquitetônico, focado na segurança e controle de risco sanitário em atendimento as normas da Anvisa e secretaria da vigilância sanitária regional.

Um bom projeto de cozinha industrial é aquele que beneficia a comunicação e visão permeável entre as alas da elaboração. É de grande relevância avaliar os tipos de pratos oferecidos no cardápio, com a finalidade de otimizar o seu pré-preparo, destinando para essa função dentro do projeto, os espaços de manipulação e seu correto armazenamento refrigerado. Essa prática é uma das operações que proporcionam mais lucro e redução de problemas. O grande destaque de um projeto de layout bem elaborado imprime uma área de cocção central e integrada que se alinha à produtividade com o objetivo de minimizar o prazo de preparo dos pratos, sendo essa, uma das questões mais interessantes dessa estratégia, pois o tempo de espera para um pedido ou reposição de um prato está diretamente relacionado com a experiência do consumidor.

A partir das diretrizes que foram expostas, junto a uma análise crítica do comportamento atual e da demanda especifica de cada restaurante, é possível prescrever uma lista com as cinco principais estratégias que devem ser exploradas na produção de um projeto que sustentam um trabalho eficiente que proporciona maior qualidade na produção, redução do tempo de preparação e aumento de lucro. Os seguintes critérios são:

1. Produção otimizada

Organização dos processos por área, considerando a redução de prejuízos com o prépeparo. Essa prática evita gargalos e a inatividade.

2. Dimensionamento de equipamentos

Tem a finalidade de criar uma relação com as especificações de todos os equipamentos necessários para um plano de investimento que não comprometa o orçamento e sejam capazes de atender a demanda prevista.

3. Comunicação integrada

Esta estratégia tem como foco principal favorecer o trânsito dos ingredientes no percurso do fluxo seguro desde a sua recepção à finalização dos pratos.

4. Organização do estoque

Executar um dimensionamento adequado para estoque seco e o estoque refrigerado que evite os excessos e facilitam a rotina. É importante avaliar um espaço para produtos sazonais que aumentam a produção em alguns casos.

5. Uso de tecnologia e automação

A comunicação entre o setor culinário e o salão de refeições deve ser precisa. O uso de tecnologias para otimizar este processo deve ser previsto em projeto para determinar sua instalação nos pontos necessários.

Saliento que deve existir uma compatibilidade de projeto e o tipo de empreendimento culinário. Portanto, para aqueles que desejam melhorar o desempenho e o lucro do seu restaurante, a implementação de um projeto com layout focado em estratégias de alta eficiência é a fonte de sucesso.

emfoco

Ana Sales - Arquiteta e Urbanista da cidade de Belo Horizonte /MG , atua com a especialidade em projetos, consultoria e gerenciamento de obras de cozinhas profissionais para bares, restaurantes e refeitórios para empresas.

Qualidade
de Vida

Qualidade de Vida

Cardápios Saudáveis: Fazendo a Implantação Gradativa para Buscar Novos Clientes para o Restaurante

Por Ana Beatriz Nicoletti

descrição da imagem

Pesquisas realizadas no Brasil revelam que 53% dos moradores dos grandes centros urbanos almoçam pelo menos uma vez por semana fora de casa. Entre os locais mais frequentados encontram-se os restaurantes por quilo, seguidos das lanchonetes, redes de fast food e restaurantes à la carte.  

Segundo a Brasil Food Trends 2020, uma das tendências mais comuns identificadas pelos consumidores com relação a alimentação fora do lar é a busca pela saudabilidade e bem estar, ou seja, a cada dia que passa os consumidores estão mais preocupados com a qualidade nutricional dos alimentos que estão ingerindo. Desta maneira, os estabelecimentos produtores de refeições devem procurar alternativas em busca de melhorias neste sentido.

Muitos restaurantes já possuem cardápios previamente estabelecidos e encontram dificuldades para se adequarem a esta nova realidade. Dentre essas dificuldades encontramos a qualificação da mão de obra que as vezes não entende a necessidade de mudança (ou não sabem realmente por onde começar) e até mesmo do valor da matéria prima, onde alimentos in natura ainda são em média mais caros do que os industrializados.

Então o que fazer para atender a demanda do mercado e dos consumidores cada dia mais exigentes e ainda manter preço, aumentando a qualidade nutricional do cardápio?

Algumas mudanças podem ocorrer gradualmente, de forma que os clientes percebam as diferenças e a preocupação do estabelecimento em atender suas necessidades, sem perder aqueles que já estão habituados com o estilo e opções do seu restaurante.

Em primeiro lugar podemos citar a variedade de sabores. Variar diferentes sabores, cores, texturas e preparações, além de encher os olhos daqueles que já são clientes fixos ainda pode te ajudar a atrair outros novos. Dentre essa variedade no cardápio é importante acrescentar sempre itens da culinária regional, preparando pratos que sejam reconfortantes com pitadas de inovação, sem esquecer da saudabilidade. É possível fazer isso, utilizando ingredientes já conhecidos, inovando as receitas. Por exemplo, aquele escondidinho que antes era feito com batatas e carne seca pode ser substituído por batata doce e frango ao molho curry.

Com relação as verduras e legumes, estes podem auxiliar muito a variedade do cardápio e além de serem servidos como saladas e guarnição, podem substituir em alguns casos as proteínas animais. São exemplos os hambúrgueres de abóbora, almôndegas de berinjela, lasanha de abobrinha, entre outros.

O uso de alimentos funcionais também está em alta dentro deste novo cenário. Preparar molhos, caldos e finalizar preparações com alimentos e temperos funcionais podem agregar valor e sabor aos pratos. É interessante informar o cliente sobre os benefícios destes ingredientes na preparação e acompanhar aceitação, aumentando a credibilidade do público perante seu negócio.  

Oferecer bebidas naturais aos clientes, também pode fazer a diferença. Muitos restaurantes contam apenas com sucos industrializados em latas ou caixinhas. Estes itens apresentam uma margem de lucro menor do que as bebidas preparadas no local (pois necessitam de transporte e refrigeração) e atualmente a maioria da população tem conhecimento sobre a quantidade de açúcar e conservantes que esses itens possuem. Além disso, é interessante oferecer como opção àquele cafezinho pós prandial um chazinho funcional de gengibre, hortelã ou até cavalinha. Certamente os clientes vão adorar.

Quanto ao preço, nem sempre há necessidade de aumentar os valores já estipulados no seu cardápio. É interessante fazer acordos comerciais com fornecedores locais, utilizar legumes, verduras e frutas da estação e saber usar os ingredientes de forma integral, evitando desperdícios.

Existem muitas opções de cardápios e preparações para diferentes segmentos. A cozinha é um laboratório onde é possível criar o que quiser. É preciso exercer a criatividade e estar sempre atento as necessidades e a satisfação do seu cliente.

emfoco

Ana Beatriz Nicoletti - Mestre em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo. Pós graduada em Gastronomia. Consultora na empresa B9 Consultoria e Assessoria Nutricional. Come experiência no setor de alimentos e bebidas com foco no desenvolvimento de novos produtos, gestão de custos, treinamentos operacionais e segurança dos alimentos.

Oferecimento da Seção

banner

Economia

Tecnologia

Medindo a Eficiência do Software para o Controle nos Negócios de Alimentação

Por Thaisse de Oliveira Fonseca

emfoco

Caro leitor, vamos dar as boas-vindas para 2024, esse que é o ano da virada, da realização e da colheita. Pesquisas apontam um olhar promissor para este ano, e a previsão de um cenário positivo levará a uma retomada no mercado de equity (patrimônio líquido de uma empresa ou uma participação societária em um negócio) o que favorecerá à melhora das estruturas de capital de diversas empresas.

Quem atua no mercado de alimentação conhece as dores e as delícias determinantes do sucesso ou da falta dele decorrente de centavos que se perdem ou se ganham numa negociação de venda ou compra de produto e serviço. A competição é cada dia mais acirrada e ter um equilíbrio entre custo x qualidade x satisfação do cliente tem sido cada vez mais desafiador para empresas e profissionais da área de alimentação dada sua complexidade e muitas variáveis.

Não é normal que as empresas se esforcem muito e não obtenham o resultado desejado. Não é normal gastar horas fazendo trabalhos manuais e planilhas paralelas para controles diversos. Você já parou para pensar que o tempo que você gasta executando diversas tarefas que poderiam ser feitas através de uma tecnologia inteligente e eficiente te deixariam livre para analisar as métricas do seu negócio e agir estrategicamente?

Estamos na era da revolução tecnológica e na onda da sustentabilidade. Nesse sentido, a empresa que possui um software para controle nos negócios de alimentação passa a ter um valor percebido superior àquela que não possui, e isso eu posso afirmar que vivi na pele ao longo da minha experiência de mais de 22 anos no mercado de alimentação empresarial.

No geral, os softwares contribuem para eliminar erros humanos, trazendo eficácia e consistência nos processos para que as empresas se mantenham saudáveis e competitivas no mercado. Um software eficiente é aquele que é planejado e estruturado para atender a necessidade da empresa.

Quero compartilhar com você os ganhos que um software eficiente nos controles de negócio de alimentação pode promover, sendo alguns deles:

- Planejamento estratégico de cardápio de forma inteligente sem perder qualidade nas refeições.

- Provisionamento efetivo de compras com geração de pedidos de forma descomplicada propiciando ganho em negociações.

- Gestão de estoque saudável mantendo a filial abastecida de forma coerente sem faltas e sobras impactando positivamente no caixa da empresa.  
Definição de rotinas operacionais contribuindo para maior produtividade dos colaboradores além de agilidade no atendimento propiciando maior satisfação dos clientes.

- Redução de custos com gestão integrada de receitas, cardápio, números de refeições planejadas, execução de produção através de requisição, controle de notas fiscais, faturamento.

- Automatização de pagamentos e recebimentos.

- Análise de relatórios de DRE de forma simplificada.

- Acompanhamento em tempo real para tomada de decisão assertiva evitando perda de tempo e dinheiro.

- Visão de vários departamentos dentro de um único sistema proporcionando segurança no dia a dia e projetando ganhos á curto, médio e longo prazo.

O futuro dos negócios é digital e sustentável e as empresas que focarem em pessoas, processos inteligentes com melhor aproveitamento de recursos, focando em propósito, sustentabilidade, valorizando as comunidades locais e bom relacionamento com cliente, colaborador, fornecedor com certeza sairão na frente.

O software de controle nos negócios de alimentação eficiente é aquele que promovera a integração dessas ações.  É aquele que pode ser manuseado de forma intuitiva, em linguagem e tela simples e de forma rápida. Em vias de regra ele deve possuir usabilidade, confiabilidade, funcionalidade e manutenibilidade.

Se você deseja elevar sua percepção de valor no mercado seja como empresa ou profissional da área de alimentação esse é um excelente momento para investir na aquisição de conhecimento e do próprio software de gestão que possuam as características aqui elencadas.

Além disso, busque referências junto a clientes, investigue o tempo de mercado que a empresa que está oferecendo possui, entenda efetivamente o tempo de implantação e analise minuciosamente a relação de valor de investimento x tempo de retorno. Faça “test drives” antes de fechar qualquer negociação.

Ao longo da minha carreira tive experiências bem amargas e outras muito boas com softwares de controle de negócios de alimentação. Hoje a que quero deixar registrada aqui em específico, trata-se da mais excelente experiência que tive com empresa de software de gestão de alimentação que foi e ainda é com a empresa Genialnet.

Sem sombra de dúvidas a Genialnet é a empresa de software de alimentação mais inteligente que já tive acesso e que proporcionou uma visão clara de resultado e estratégia para meu negócio, contribuindo efetivamente para um excelente posicionamento no mercado além de resultados consistentes. Uma empresa séria com boas práticas no mercado além de excelente custo-benefício e suporte muito eficiente para o usuário.

O sucesso é uma soma das escolhas diárias que fazemos com base numa visão de futuro promissor. Escolha hoje se adaptar a era tecnológica com ênfase na sustentabilidade e propósito e busque parceiros que partilhem desse mesmo ideal para crescer e evoluir através do negócio de alimentação de forma inteligente e com impactos positivos nas sociedades em que esteja inserido.

Bora triunfar!

emfoco

Thaisse de Oliveira Fonseca - CEO da D´Vigore Brasil desde 2016. Especialista em alimentação empresarial com mais de 20 anos de experiência no ramo. Possui formação Técnica em Nutrição e Gestão Empresarial. Master Coach e Business Executive Coach Pelo IBC. Pós-graduação em Psicologia Positiva e Constelação Sistêmica familiar e empresarial. Amor, fé e perseverança na missão de servir e evoluir através da alimentação e das relações humanas é o meu propósito de vida.

OFFe CHEFMEAT

Entre em contato conosco, que tal batermos um papo sem compromisso?

Reflexão

A QUE GRUPO VOCÊ PERTENCE?

Por José Aurélio Claro Lopes

emfoco

Com tanta novidade diferente vinda de todo lado, é cada vez mais difícil saber em que confiar. Entre fakes e meias verdades, muitas das mensagens que surgem nas telas são somente de conveniência de pessoas ou grupos de influência. Mesmo assim continuam necessárias para confirmar o que já se sabe, para balizar novas decisões ou o melhor, para confundir tudo.

“Tendências” voltou a ser a palavra mais usada para o futuro de qualquer assunto superficial, acrescentando que “isso é pra ontem” porque “o pessoal está parado esperando a decisão”. Os experts com “vasta” experiência, usam e abusam de propostas “interessantes”, soluções ”surpreendentes” e resultados “significativos”. Sobram adjetivos genéricos em cima do muro. 

Uma alternativa segura talvez seja pertencer a um grupo com tema profissional, onde se possa trocar ideias com outros colegas normais e ter informações confiáveis para suas decisões. Fora da mídia corrente, certas informações óbvias se tornam um privilégio compartilhado. Seguindo a linha da consultora internacional Lala Deheinzelin, os grupos profissionais são a grande diferença entre o Japão, com um povo que tem tudo num território sem nada e a África um continente tão rico com um povo tão pobre. 

O maior beneficiado de um grupo com tema é o próprio participante que cresce e aparece, quando encontra com quem compartilhar uma ideia e direcionar seu trabalho. Seja para a empresa, para seus clientes e suas comunidades de entorno. Exemplos disso são as experiências vividas por nutricionistas e administradores no programa Green Kitchen. 

Tendo a sustentabilidade na essência de sua cultura, desde 2008 o Green vem crescendo continuamente e se renova a cada ano, sem pressa, compartilhando naturalmente da excelência de outros programas e empresas voltadas ao mesmo tema, como o Instituto de Valéria Paschoal, Auá, Kairós e ONA. 

Com uma interpretação de sustentabilidade apoiada pela Teoria de Gaia, tem ações simples que se tornam permanentes porque trazem sempre um benefício e se alinham com a própria natureza. Com sua visão de alimentação e de mundo, no Green surgem novas oportunidades, associados que se destacam, restaurantes que se agitam e comunidades que crescem. 

O Green fica de braços abertos a quem quiser sentir a vibração de um bando organizado !

emfoco

José Aurélio Claro Lopes
Diretor na Precx Consultoria em Alimentação Ltda.

Parceiro da Seção

banner

Mercado

MULHERES NO AGRONEGÓCIO - IMPULSIONANDO O CRESCIMENTO DO SETOR

Por Maria Antonia S. Ferreira

emfoco

Após décadas dedicadas à edição de revistas técnicas voltadas para a indústria da proteína animal, acumulando expertise nas atividades inerentes à sua organização, observei as mudanças nas práticas de marketing e comunicação.

Por intuição e experiência acumulada, e diante da crescente importância da indústria, iniciou-se o desenvolvimento de eventos corporativos que atendessem ao crescimento da oferta de insumos, equipamentos, serviços e conhecimento.

A realização de feiras focadas no agronegócio foi facilitada pela estrutura existente e pelo conhecimento profundo do mercado e de suas lideranças.

Através desses eventos, destacou-se a presença ativa das mulheres em frigoríficos, pesquisas, no Ministério da Agricultura, ocupando papéis de destaque em congressos e participando com excelência no "Mulheres no Agronegócio".

Isso evidencia a força e a dedicação das mulheres, que, assim como em outras áreas, desempenham um papel protagonista.

Atualmente, contribuímos para o crescimento do agro, influenciando outras mulheres a participar desse setor crucial para o país. Com mais de cinco décadas de atuação no agronegócio, sinto-me privilegiada por demonstrar meu comprometimento com o setor e com sua relevância para o desenvolvimento do Brasil.

Segundo dados compilados até o momento, estima-se que o PIB do agronegócio brasileiro atinja R$ 2,6 trilhões em 2023, sendo R$ 1,9 trilhão no ramo agrícola e R$ 700 bilhões no ramo pecuário.

emfoco

Maria Antonia S. Ferreira - Diretora EXPOMEAT
V Feira Internacional para a Indústria de Processamento de Proteína Animal e Vegetal

ANUNCIE no EM FOCO Food Service

Anuncie no EM FOCO Food Servie

Indústria

Diferenças no Foodservice dos Anos 90 e Hoje

Por Hamilton CAIO Gouvea

emfoco

Food Dólar e a Evolução do Foodservice Internacional de 1993 a 2022

O USDA mede a composição de cada dólar gasto com alimentos no EUA, com indicadores da cadeia completa nos países desenvolvidos e fornecendo cenários prováveis para países em desenvolvimento. A representação na nota de um dólar indica que Insumos detém 2,1% do total, Campo 7,9%, Indústria 14,4%, Embalagem 2,7%, Transporte 3,5%, Atacado 10,7%, Varejo 12,4%, Foodservice 34,1%, Energia 3,8%, Financiamento 3,2%, Propaganda 3,4% e Jurídico 1,8%.

emfoco

Em 2022, esta fatia maior do Foodservice de 34,1% foi o recorde de 30 anos, um rebote pós pandemia, confirmando a força dum setor que se reinventou com tecnologia, inovação e milhões de profissionais. Assim a previsão do setor Foodservice nos EUA é dobrar de tamanho até 2030, crescendo 2 dígitos ao ano, sendo uma oportunidade no Agro e Alimentos. Por isso o Foodservice é importante para exportadores como o Brasil, pois as demandas de matéria prima, produtos semiacabados e ingredientes são especificas e representam grandes volumes.

Desde 2015 nos EUA o gasto com alimentação fora de casa (Foodservice) é igual ao cozinhando em casa. O custo competitivo, as alternativas de cardápios, a experiência de consumo, serviços de delivery, aplicativos, o trabalho (mesmo home office) sem tempo para cozinhar, reuniões e eventos são geradores de demanda globais do Foodservice. No Brasil os gastos com alimentos produzidos fora do lar voltaram a crescer após a pandemia, representando hoje entre 28 e 30% da despesa total com alimentação. Os gastos fora de casa são maiores nos centros urbanos e as despesas do paulistano na cidade de São Paulo tendem ao Food Dólar nos EUA, com alguma de defasagem.

Pelas dimensões continentais do Brasil, diferenças culturais e de renda, vimos nestes 30 anos que o Foodservice deve ser tratado regionalmente, com destaque para os centros urbanos e, apesar da grande fragmentação, sendo seletivo nas operações de consolidação.

A análise dos componentes do Food Dólar ao longo do tempo, mostra se replicarmos tal modelo teremos vários elos da cadeia sempre diminuindo sua representatividade, o que significa pressão nas margens e dificuldade de alcançar o retorno desejado. Na tabela com a representatividade de cada elo ao longo de 30 anos temos: Insumos (Agribusiness), Agropecuária (Farm production), Industria (Food processing) e Varejo (Retail trade) todos diminuindo, com exceção do Atacado (Wholesale trade) e Foodservice (Food services) com realidades crescentes. Isto explica negócios conectando diretamente o campo a mesa (Farm to Table) assim como agropecuaristas aumentando a industrialização dentro da porteira.

emfoco

A Evolução do Foodservice no Brasil

No Brasil tivemos a profissionalização e consolidação do Foodservice nestes 30 anos. Partindo do Programa de Alimentação do Trabalhador de 1976, surgiram empresas nacionais e internacionais fornecedoras de benefícios (para uso em restaurantes, cestas e supermercados) & serviços (de alimentação no local de trabalho, nas escolas e hospitais). O setor passou por expansão, especialização e consolidação surgindo líderes como Sapore, Sodexo, Compass e Accor. Atualmente o setor produz por dia 14 milhões de refeições coletivas, 7,6 milhões de tickets convênio e 20 milhões de refeições e merendas escolares. Todo um ecossistema de fornecedores, operadores logísticos, projetos, sistemas e tecnologias cresceu junto para otimizar a entrega dos benefícios & serviços. Os tickets eram em papel moeda, foram transformados em cartões magnéticos, Smartcard e finalmente aplicativos.

Paralelamente aos Restaurantes Coletivos houve o desenvolvimento do Setor de Alimentação Comercial (Hotéis, Restaurantes, Bares, Cafés e Padarias), que no início eram de empreendedores independentes, onde surgiram franquias e redes de operadores. Partindo de 2.000 restaurantes de redes em 1990, o setor tem hoje mais de 40.000 pontos Foodservice na Associação Brasileira de Franquia.

Todas estas mudanças, aconteceram par e passo aos crescimentos da população (de 150M a 215M habitantes) e renda per capta (de 3.000 a 9.000US$/capta), sendo impulsionadas pelos seguintes fatores: Tecnologia e Digitalização, Tendências de Saúde e Bem-Estar, Sustentabilidade e Responsabilidade Social, Diversificação de Formatos de Negócios, Globalização e Diversificação Culinária e Experiência do Cliente.

Um Novo Propósito para o Foodservice

No Foodservice trabalhei identificando tecnologias globais que sustentavam uma melhor Educação, como a iniciativa Stop Hunger, que em 1999 se tornou uma fundação ( https://us.stop-hunger.org/home.html ), cuja missão é garantir que as crianças cresçam com acesso a alimentos nutritivos suficientes para uma vida saudável e produtiva. Não por acaso isso se tornou o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável #2 da ONU.

A análise do USDA abaixo mostra que com os avanços de produtividade, disponibilizamos mais calorias por habitante nos principais mercados. Aumentamos a capacidade de alimentar, numa taxa superior ao crescimento da população, mas precisamos fazer chegar nos 700 milhões que sofrem de fome.

emfoco

Os exemplos acima mostram que nestes 30 anos, várias rotinas e atividades pioneiras do Foodservice (combate à fome, redução de desperdício, cardápios pró saúde & bem-estar, abastecimento sustentável) foram reconhecidas como prioridade para da sociedade e estão refletidas nos 17 DDS ONU. O motivo é que alimentação e cultura se confundem, e as alavancas das transformações no Foodservice são àquelas que aceleram mudanças na sociedade, a saber:

Internet e Ecossistema Tecnológico - a conectividade global, o acesso à informação, o comércio eletrônico, as redes sociais e a revolução digital têm impacto na forma como vivemos, trabalhamos e nos comunicamos.

5 Gerações de Consumidores - Baby Boomers, Geração X, Millenials, Z e Alpha, de características e influências culturais diversas, cujo entendimento é crucial para empresas, profissionais e políticos que devem atender consumidores de diferentes idades e experiências.

Transição de Ativos Tangíveis para Intangíveis - as grandes empresas tangíveis em 1985 (terrenos, fábricas e máquinas) passaram a intangíveis em 2015 (propriedade intelectual, marcas e dados), refletindo uma profunda mudança na direção da economia baseada no conhecimento e pessoas, pois viabilizam crescimento exponencial de consumidores. Mudamos o foco de “produto” para “serviços”, a essência da Microsoft, Google, Meta e Amazon (e do Foodservice).

Experiência de Consumo Omnichannel - a ascensão da experiência Omni finalmente trouxe a integração de diferentes canais, como loja física, comércio eletrônico e aplicativos móveis, para proporcionar a experiência mais coesa e personalizada. Ampliando serviços, dando liberdade aos consumidores, que não querem atrito na transição entre canais e na interação com marcas.

Consciência do Imperativo Socioambiental - o impacto positivo no planeta e sociedade se tornou obrigatório. Responsabilidade socioambiental e inclusão distribuída são agenda nas empresas, governos, ong’s e consumidores, impulsionando mudanças no proposito dos negócios.

emfoco

Diante da maturidade alcançada no Foodservice, das alavancas comuns ao desenvolvimento socioambiental desejado e a valorização dos serviços, nos parece evidente que há um lugar especial que o Foodservice do Brasil pode ocupar no mundo, realizando cada um dos 17 DDS ONU.

Afinal temos na mesa do Foodservice o consumidor ávido pelo mundo sustentável e equitário. Alimentamos 50% a mais de pessoas com menos recursos, cientes da meta de balanço de carbono zero e aumento da área de floresta viva. Alimentamos melhor as pessoas, passando de 2550 para 2950 Kcal disponíveis per capta. Conectamos o Foodservice com a melhor experiência humana, na TV, em família e eventos, sendo sinônimo de momento agradável. Enfim nos tornamos a melhor oportunidade de construção do mundo justo, sustentável e inclusivo que todos desejam.

emfoco

Hamilton CAIO Gouvea - Formado em Engenharia Aeronáutica (ITA), Marketing (ESPM) e Digital (USP-ESALQ), atua com Tecnologia, Inovação e Valuation, com experiência executiva e de consultoria na agricultura, pecuária, alimentos, ingredientes, atacado, varejo e foodservice.

EM DESTAQUE

Mercado

PALESTRAS PERSONALIZADAS 2024

A SAÚDE DA SUA EMPRESA COMEÇA COM A SAÚDE DOS SEUS COLABORADORES O conhecimento, conscientiza e leva a mudanças no estilo...

Saiba mais...
Mercado

Feiras - EXPOMEAT 2024

24 A 26 DE SETEMBRO DE 2024
Local: Distrito Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1209 - São Paulo - SP Das 14h às 20h

Saiba mais...
Mercado

Feiras - APAS SHOW 2024

13 a 16 MAIO 2024
Local:Expo Center Norte - São Paulo - SP
Rua José Bernardo Pinto, 333 Vila Guilherme - São Paulo - SP

Saiba mais...

 

ACONTECEU - Lançamento do Livro

"Contos de uma Autoridade Sanitária"

por Dra. Andrea B. Boanova  

No dia 24 de janeiro aconteceu o lançamento com uma noite de autógrafos do livro Contos de uma Autoridade Sanitária - Histórias verídicas de uma fiscal de alimentos na cidade de São Paulo”,  o evento foi marcado pela reunião de pessoas e profissionais que contribuem em seus diferentes campos de atuação pela segurança e qualidade de alimentos.

Dr.a Andréa autografou os livros e contou um pouco das histórias até com persogens presentes, o que deixou o evento mais interessante.  Com seus 32 anos como fiscal, acumulou incríveis histórias que agora compartilha de forma lúdica em seu livro. A autora não hesitou em expor ao leitor as dificuldades enfrentadas e os ensinamentos valiosos que essa rotina trouxe para sua vida.

Nas páginas do livro, o leitor vivenciará uma perspectiva verdadeira e sincera nunca antes compartilhada, mostrando sua paixão e comprometimento em assegurar a segurança aos consumidores, e ao mesmo tempo, mostrando o caminho para a excelência em qualidade nos produtos vendidos e serviços prestados pelas empresas.

Foi um Sucesso!

 

Mais Fotos do Lançamento do Livro ...

 

Colunistas MN

Temos Muito Orgulho dos Nossos Colunistas MN

Fatima Corradini Colunista MN

 

Clau Arruda Colunista MN

 

Vania Konopa Colunista MN

 

José Roberto Sevieri Colunista MN

 

Fernanda Stinchi Colunista MN

 

Juliana Rosa Colunista MN

 

 

banner

Medidor de Atividade de Água - Humimeter RH2

Fornecedor

Gestão de compras para restaurante

Produto, Qualidade e Preço para o Decisor de Compra do Mercado de Alimentação através do OFFe Marketing Nutricional!

      OFFe Ofertas & Soluções

- o Guia de Compras do Restaurante -

Entre em contato conosco, que tal batermos um papo sem compromisso?

 

Fornecedores & Soluções - Produtos, Serviços e Consultoria Técnica

Com a procura constante dos Compradores por Fornecedores Qualificados e Técnicos no setor da alimentação, o Marketing Nutricional oferece aos gestores de serviços de alimentação, uma ferramenta de consulta fácil e atualizada: OFFe Ofertas & Soluções.

Solução desenvolvida para que Restaurantes Comerciais, Cozinhas Industriais, Cozinhas de Hospitais, Restaurantes de Hotéis, Padarias, Lanchonetes, Redes de Fast Food entre outros Serviços de Alimentação possam ser beneficiados na questão Compra e Qualidade que só o bom Fornecedor pode oferecer através do OFFe Ofertas & Soluções.

Veja aqui - Conheça e Consulte a cada pedido!

Seção Marketing

banner
Marketing

Indústria

Ações Comemorativas, como Geram Experiências Marcantes

Por Monique Moura de Queiroz Nogueira

emfoco

Ao longo do tempo, tornou-se cada vez mais evidente a significativa transformação nos espaços corporativos: ambientes mais colaborativos, integração de áreas de descanso investimento em tecnologias pensando no bem-estar dos colaboradores além da inclusão de benefícios que proporcionem mais saúde, física e mental. Essas mudanças demonstram a importância do ambiente e da atmosfera do local de trabalho e influenciam diretamente a produtividade e a satisfação dos colaboradores.

Os refeitórios corporativos, anteriormente concebidos apenas como locais para refeições rápidas e fartas, também passam a assumir um papel estratégico na promoção do bem-estar e na criação de uma cultura organizacional mais saudável. Ambientes mais agradáveis e acolhedores são projetados para proporcionar não apenas um momento para nutrição, mas também um momento de pausa, descontração e interação entre os colaboradores. E é nesse contexto que os eventos realizados dentro desses refeitórios também evoluíram, antigamente, esses eventos limitavam a ocasiões especiais e celebração de feriados. Contudo, a tendência atual é incorporar eventos e campanhas regulares e diversificados como parte do local de trabalho.

A abordagem convencional de realizar apenas quatro eventos anuais já não é suficiente para garantir a conquista de contratos nos dias de hoje. Os departamentos de Recursos Humanos das empresas estão agora em busca de estratégias e de parceiros que estejam comprometidos em enfrentar os desafios relacionados à retenção e satisfação dos colaboradores. Oferecer soluções diferenciadas, criativas e que proporcionem conhecimento, desconcentração e experiências gastronômicas, tornou-se crucial para se destacar.

Cardápios devem ser cuidadosamente pensados, incluindo opções saudáveis e vegetarianas, alinhados com o tema sugerido, proporcionando assim conhecimento e novas experiências aos colaboradores.

Quanto à decoração, é fundamental reconsiderá-la, concentrando-se em elementos que não só proporcionem maior visibilidade, mas também criem um ambiente visualmente atrativo para fotos: transformar o local em algo "instagramável" não apenas impulsiona o engajamento dos colaboradores, mas também oferece uma oportunidade única de reforçar a marca da empresa. A presença de música é sempre bem-vinda, contudo, é essencial que seja previamente aprovada pelo cliente e que mantenha a formalidade exigida pelo ambiente corporativo.

Entender as preferências do cliente é a chave para o sucesso. A personalização de eventos conforme o perfil do cliente não apenas estabelece uma conexão mais próxima, mas também reforça o cuidado e o compromisso de proporcionar experiências únicas. Nesse contexto, reconhecer e respeitar as diferenças culturais é crucial; por exemplo, seria inadequado apresentar elementos de um evento oriental com a bandeira japonesa em uma empresa de origem coreana. Essa sensibilidade cultural demonstra não apenas conhecimento, mas também um comprometimento genuíno em fazer a diferença, adaptando-se de maneira autêntica às especificidades e expectativas do cliente.

Esteja sempre atento às datas importantes para seus clientes e proponha parcerias estratégicas nesses momentos significativos. Além de demonstrar proatividade, essa abordagem pode criar oportunidades adicionais de faturamento para a sua unidade.

Englobar toda a equipe nos objetivos do evento implica em informar e capacitar, garantindo que todos tenham um entendimento abrangente sobre o tema proposto. Isso não apenas promove uma participação mais envolvente, mas também assegura que cada membro da equipe esteja devidamente treinado, conhecendo a dinâmica do evento e as receitas propostas, contribuindo ainda mais para o sucesso do evento.

A conscientização ambiental e práticas sustentáveis têm um papel central na atualidade, onde desperdício não é mais tolerado. Coerência é vital. Lembro-me de uma campanha sobre desperdício de alimentos na qual usamos forros de bandeja com informações impactantes impressas. No entanto, um comentário de um cliente destacou a ironia: "De que adianta falar sobre desperdício de alimentos quando estão desperdiçando tanto papel com a campanha?". Essa observação reforça a importância de considerar todos os aspectos em iniciativas sustentáveis. Cada detalhe conta, e essa "falha" serviu como uma lição para repensar futuras campanhas, enfatizando que todo cuidado é crucial nesse contexto sensível.

Em resumo, as ações comemorativas em refeitórios corporativos são uma estratégia eficaz para gerar experiências marcantes aos colaboradores. Ao proporcionar momentos de celebração, as empresas fortalecem o ambiente de trabalho, promovem o engajamento, lazer e descanso dos funcionários, e apresentam um momento de conhecimento e cultura, construindo uma imagem positiva sobre o seu ambiente de trabalho. A valorização dos colaboradores não apenas contribui para o aumento da produtividade, mas também para a formação de equipes mais unidas e satisfeitas, impactando diretamente no sucesso e na sustentabilidade do negócio.

emfoco

Monique Moura de Queiroz Nogueira - Graduada em Comércio Exterior pela Una em 2009 e em Desing de Moda pela Una em 2012, pós graduada pela FDC em Controladoria, Auditoria e Finanças em 2016. Em 2007 estudou Italiano em Milão na Italia. Trabalhou por 6 meses na Disney em Orlando, em 2009 enquanto fazia um curso de Liderança e Atendimento ao Cliente dentro do complexo da Disney, ministrado pela Universidade da Carolina do Norte( UNCG). Foi proprietária de uma loja de roupa entre os anos de 2011 e 2014. Em 2014 ingressou no mercado de alimentação corporativa e desde então atua no marketing e área de relacionamento da Total Alimentação.

Informe Publicitário

Chocolate com Leite da Vovó – 1kg

 

emfoco

 

Mistura para preparo de Chocolate com Leite – Solúvel

MODO DE PREAPRO: Colocar 1 parte do Chocolate com Leite da Vovó para 2 partes de água quente (em volume).

Conservar em local seco e arejado. Após aberta a embalagem, consumir em até 30 dias.

RENDIMENTO: 50g do produto prepara até 200ml de bebida.

INGREDIENTES: alimento em pó à base de glucose e soro de leite (xarope de glucose, soro de leite, gordura vegetal, leite desnatado, emulcificante monoediglicerídeos de ácidos graxos (INS 471), mistura para chocolate com leite (açúcar, composto lácteo com gordura vegetal sabor de leite, leite em pó integral, cacau em pó, soro de leite em pó, maltodextrina, sal, espessantes carboximetilcelulose sódica e goma xantana, antiumectante dióxido de silício e aromatizante sintético idêntico ao natural), base para chocolate (açúcar, cacau, sal, corante caramelo, espessantes goma guar e carragena e aromatizante sintético idêntico ao natural), leite em pó, maltodextrina, cacau lecitinado, fosfato tricálcico e sal.

NÃO CONTÉM GLÚTEN
ALÉRGICOS: ESTE PRODUTO CONTÉM LEITE E DERIVADOS DE LEITE
CONTÉM LACTOSE
JÁ ADOÇADO

 

Para saber mais sobre os Produtos Alimentícios Düpót Ltda:

Entre em contato através do contato@dupot.com.br

 

Seção Acontece - Mercado

banner
Agenda

emfoco

AGENDA 2024

Mercado de Alimentação - Food Service

 

Mostre sua Feira, Evento, Curso, Congresso, para o Setor de Alimentação

Mais de 35.000 Profissionais recebem Notícias e Informações através do nosso Portal Marketing Nutricional e de nossas ações de divulgação do que irá acontecer durante o ano.

Profissionais da área da Alimentação

Nutricionistas, Chefs, Gerentes, Confeiteiros, Cozinheiros, Proprietários de Restaurantes que procuram por novidades, conhecimento e atualização, acompanhem os Cursos e Eventos para os profissionais do segmento.

Vocês poderão através de uma pequena e simples pesquisa na Agenda do Portal Marketing Nutricional conferir o que acontece no seu mercado e os Cursos . Eventos e Feiras que desejam participar.

MERCADO DE ALIMENTAÇÃO 2024 - Feiras, Cursos e Congressos

 

descrição da imagem

Escolha seu módulo ou participe de todos

Marcia Melo - Curso Online - GESTÃO ESTRATÉGICA EM SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO

√ Curso Completo: 4 Módulos

Info e inscrições: Marcia Melo no Link da Bio: Instagram: @nutri.marciamelo

Divulgue sua Feira, Curso ou Evento, ficando mais perto de quem busca informação no setor Food Service! Faça sua divulgação com o EM FOCO Food Service Marketing Nutricional.

descrição da imagem

Sua Feira, Evento, Congresso com mais visibilidade no Food Service!

Entre em contato conosco para tomarmos um café e conversarmos

Quer saber mais!contato

Seção SND Hospitalar

banner
SND Hospitalar

Hospitalar

Orgânicos nos Hospitais: Por que fazer Implantação para os Pacientes

Por Ana Carina Santos da Conceição

emfoco

Sabemos a importância da alimentação nutritiva e bem preparada para os pacientes e como isso impacta diretamente na recuperação física e emocional. A procedência dos alimentos também é um fator relevante, atualmente alguns hospitais estão empenhados em trazer qualidade aliada à sustentabilidade , o que nos leva ao uso de alimentos orgânicos. E o que dizer da implementação de alimentos orgânicos nos hospitais? Quais os impactos positivos e negativos?

A alimentos orgânicos nos hospitais? Quais os impactos positivos e negativos? Como implementar na alimentação dos pacientes? Abordaremos essas perguntas e respectivamente suas respostas nos próximos parágrafos, primeiro vamos entender o que é o alimento orgânico. Alimentos orgânicos s ão produzidos sem adição de adubos químicos ou de agrotóxicos , a ausência desses resíduos nos alimentos asseguram a saúde do consumidor. Frutas, legumes e até o feijão são exemplos de alimentos que podem ser cultivados dessa forma. De fato, a alimentação orgânica é um bem para a saúde e meio ambiente, a junção perfeita para implementar nos hospitais e instituições de saúde.

A implementação de alimentos agroecol ógicos em hospitais aumenta o valor nutricional das refeições e melhora a qualidade de vida hospitalar . O Projeto de Lei 3265/21 torna obrigatória a inclusão de alimentos oriundos da agricultura familiar, preferencialmente de produção com base agroecológica ou orgânica, nas refeições oferecidas a pacientes pelos hospitais federais. federais.' De acordo com a Fonte: Agência Câmara de Notícias . O projeto segue em análise pela câmara, mas fixa um prazo em até três anos que os hospitais gradativamente implementem os alimentos orgânicos nos insumos para a preparação de refeições.

Esses alimentos devem ser selecionados conforme demanda da instituição adquirida de agricultores familiar ou produtores agro ecológicos que estejam regularizados na lei n ° 10.831 23/12/2023 lei dos orgânicos . A intenção é que no final, os insumos de alimentos orgânicos sejam utilizados de no mínimo 50% para o cardápio hospitalar.

Alguns hospitais realizam uma alimentação saudável e sustentável através de hortas na própria instituição ou adquiridas de produtores locais. Essas instituições conseguiram inclusive reciclar resíduos orgânicos através da compostagem que utilizam sobras de alimentos para retornare m ao ciclo natural e como resultado essas sobras após passar pelo processo se tornam adub os, por exemplo.

Isso nos leva a pergunta dos impactos positivos e negativos dessa implementação. Com certeza, citemos a ausência de substâncias nocivas à saúde humana como agrotóxicos, fertilizantes e outros. Adotar os alimentos orgânicos melhora o meio ambiente e contribui na melhoria da vida socioeconômico dos produtores rurais. socioeconômico dos produtores rurais. Como ponto Como ponto de desvantagem o valor do de desvantagem o valor do alimento orgânico é mais alimento orgânico é mais elevado que o alimento convencionalelevado que o alimento convencional, , a a demora pois a demora pois a produção é sazonal, consequentemente alguns alimentos possuem época produção é sazonal, consequentemente alguns alimentos possuem época específica de colheitaespecífica de colheita e produção reduzida.e produção reduzida.

Mesmo com alguns pontos de desvantagem, o alimento orgânico em comparação a seus benefícios , que são inúmeros e valem a pena à implementação principalmente em espaços que zelam pela manutenção da saúde. Mas, como os hospitais implementam aos pacientes incentivando os a o consumo? O maior aliado é o conhecimento. Os pacientes podem e devem entender a procedência do alimento, o porquê é tão importante o seu consumo incluindo benefícios . O conhecimento aliado a uma boa preparação da refeição respeitando a s bases médicas, do paciente e suas condições podem ser suficientes para aceitação.

A gastronomia hospitalar busca a união da alimentação nutritiva e saudável que é servida , com o diagnóstico do paciente. O exemplo da horta orgânica em alguns hospitais obteve um impacto positivo na aceitação das refeições e houve diminuição de desperdícios.

Quando falamos de alimentação em hospitais abordamos muitas crenças que limitam a receptividade do paciente, o mesmo, perde o apetite que diretamente afeta sua recuperação. A comida de hospital muitas vezes retratada de forma negativa como sem gosto e de aparência ruim é sempre levantada em questão como razão da falta de apetite, a alimentação orgânica traz mais nutrientes e é muito saborosa e é parceira para a aceitação e desmistificação da comida ruim de hospital. A expressão ' comer com os olhos ' é o xeque mate da boa preparação e montagem dos pratos que devem ser atrativos e melhor, altamente nutritivos e bem temperados. Respeitar as preferências alimentares do paciente preparando a dieta equilibrando o uso dos orgânicos com o gosto do paciente. 

Alguns pacientes podem ter resistência a consumir verduras, legumes e folhas e isso pode ser desafiador para a equipe nutricional, a estratégia é variar nas saladas, apostar em sopas e intercalar verduras e legumes populares com outros não tão saborosos mas que são nutritivos. Apostar em alimentos orgânicos é zelar pelo direito humano de uma alimentação saudável, a alimentação orgânica em hospitais é sustentabilidade e promoção a saúde. 

emfoco

Ana Carina Santos da Conceição - Graduando em gestão hospitalar e atualmente trabalha com atendimento ao público ativo e receptivo. Possue conhecimento em suporte administrativo, gestão de estoques, gestão financeira e práticas de gestão em plataforma web.

Hospitalar

Qual a importância de as Dietas dos Hospitais terem uma Apresentação Colorida?

Por Geisiane Santos de Jesus

emfoco

A alimentação hospitalar é um aspecto fundamental quando se trata da recuperação do paciente. Tudo isso por que, a nutrição pensada de acordo com as necessidades de cada pessoa é capaz de fornecer nutrientes necessários para potencializar a melhora ou reverter alguns quadros, como em situações com ferimentos. Auxiliando na redução do tempo de internação e estimulando a qualidade de vida dentro do ambiente hospitalar.

Quando uma equipe multidisciplinar tem uma atuação focada na melhora do paciente, se torna um grande diferencial de acordo com os tratamentos médicos da atualidade. Contribuindo diretamente e consideravelmente para a melhora, acelerando o processo de recuperação, oferecendo todos os nutrientes necessários para a saúde do paciente.

A alimentação hospitalar é fundamental para proporcionar um espaço de recuperação mais saudável e agradável para o indivíduo que está hospitalizado. Sendo inclusive, um tema extremamente necessário a ser discutido, visto que a desnutrição dos pacientes sempre foi um grande problema enfrentado nos hospitais e que contribui para a piora dos quadros clínicos e dificulta o processo de recuperação, deixando o paciente mais debilitado e fragilizado.

Sendo um motivo de cara feia para muitas pessoas, a alimentação hospitalar passa uma ideia de comida sem graça que é servida para os enfermos, porém os tempos são outros e a nutrição hospitalar tem passado por significativas mudanças, hoje podemos elaborar algumas dietas restritas, porém cheias de sabor. Investir em alimentos diversificados e prezar por um preparo de qualidade faz toda a diferença. Assim, o cenério da desnutrição hospitalar tende a diminuir, estimulando a recuperação e o bem-estar mesmo em um leito de hospital.

É possível melhorar a alimentação hospitalar com pequenos gestos. Além do c preparo cuidadoso e ingredientes diversificados, um prato bonito, com atrativos visuais, colorido e com aromas frescos, estimula a vontade de comer. Desta forma, um prato cheio de cores pode representar e garantir e oferta de uma alimentação variada, equilibrada, rica em nutrientes, vitaminas e minerais.

emfoco

Geisiane Santos de Jesus - Formada em Nutrição pela UNIJORGE Pós-graduanda em Nutrição Clínica, Hospitalar e Oncológica Atuo como nutricionista na Casa de Apoio - Casa da Mulher, que é uma unidade do Hospital da Mulher, especializado em tratamento contra câncer em mulheres e administrado pelo Instituto Fernando Filgueiras - IFF em SSA-BA. Faço parte da equipe de Cuidados Paliativos da unidade Elaborei e implantei o Projeto Horta Afetiva através do Programa de Aprimoramento proporcionado pelo IFF e Hospital de Mulher e hoje o projeto faz parte do setor de Nutrição.

Seção Alimento Seguro

banner
Alimento Seguro

Alimento Seguro

Tendências e Desafios nos últimos anos para a Segurança e Qualidade do Alimento

Por Zoraide Gutierrez

emfoco

Segundo o Ministério da Saúde, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que a cada ano uma a cada dez pessoas adoecerão por doenças transmitidas por alimentos (DTA), e podem haver cerca de quatrocentos e vinte mil mortes por ano devido a ingestão de alimentos ou água contaminados. De acordo com o Centers for Disease Control and Prevention (CDC), estima-se que um a cada seis norte-americanos adoecem por DTAs nos Estados Unidos e são reportados aproximadamente três mil óbitos ao ano por este tipo de infecção. No Brasil, são notificados em média setecentos surtos por DTA ao ano e cerca de dez óbitos em função desde tipo de infecção. Os indicadores acompanhados pelos diversos organismos de saúde ao redor do mundo, refletem uma preocupação latente a respeito de como controlar este tipo de infecção e como garantir o consumo de alimentos seguros.

Com isso a importância da Segurança de alimentos, vem sendo muito debatida ao longo dos anos e cada vez mais as empresas tem tomado consciência sobre este tema. Os diversos riscos associados a comercialização, preparo e/ou industrialização de alimentos tem sido uma preocupação constante, principalmente com o advento das redes sociais, acesso a informações - principalmente informações que “viralizam” rapidamente. Este tipo de situação, pode acabar com uma marca ou uma empresa. Portanto, há uma responsabilização maior enquanto as boas práticas de segurança e higiene dos alimentos. Além disso, existem legislações especificas que devem ser observadas por estabelecimentos industriais e comerciais para o cumprimento às boas práticas, que, inclusive, exigem a realização inspeções periódicas para garantir as condições de higiene dos ambientes produtivos ou comercializadores.

Devido a esse cenário, nos últimos anos, a indústria de alimentos tem enfrentado uma série de tendências e desafios significativos, moldando as práticas em segurança alimentar e qualidade. Aqui está uma breve visão geral dessas tendências e desafios:

Tendências:

1. Tecnologia na Rastreabilidade e Transparência: A implementação de tecnologias como registro digital compartilhado a todos da equipe tem ganhado destaque, proporcionando uma rastreabilidade mais eficaz na cadeia de suprimentos alimentar. Isso melhora a transparência e a confiança do consumidor, permitindo a rápida identificação e resolução de problemas.

2. Aumento da Demanda por Alimentos Sustentáveis: Os consumidores estão mais conscientes e exigem práticas sustentáveis na produção de alimentos. Isso inclui preocupações com origens éticas, práticas agrícolas sustentáveis e embalagens eco-friendly (Embalagens eco-friendly, ou embalagens ecológicas, referem-se a materiais de embalagem que são projetados para ter um impacto ambiental reduzido ao longo de seu ciclo de vida. Essas embalagens são concebidas para minimizar o desperdício, a poluição e o consumo de recursos naturais).

3. Inovações na Detecção de Contaminantes: Avanços em métodos analíticos, como a aplicação de inteligência artificial e biossensores, têm aprimorado a capacidade de detecção de contaminantes em alimentos, permitindo respostas mais rápidas a ameaças à segurança alimentar.

4. Adoção de Padrões de Qualidade Global: Com a globalização da cadeia de suprimentos, a adoção de padrões de qualidade global, como o FSSC 22000 (Sistema de Segurança de Alimentos), tornou-se mais comum para garantir consistência e conformidade em nível internacional.

Desafios:

1. Mudanças Climáticas e Impactos na Produção de Alimentos: Eventos climáticos extremos, como secas e inundações, afetam a produção agrícola, levando a desafios na oferta de alimentos e aumentando a pressão sobre a segurança alimentar.

2. Adulteração de Alimentos e Fraudes: A complexidade da cadeia de suprimentos global abre caminho para práticas fraudulentas e adulteração de alimentos. Garantir a autenticidade dos produtos tornou-se um desafio crescente.

3. Resistência a Antibióticos e Controle de Patógenos: A resistência a antibióticos em animais de criação e a presença de patógenos nos alimentos continuam sendo desafios críticos para a segurança alimentar, exigindo abordagens inovadoras para controle e prevenção.

4. Regulamentações em Evolução: As regulamentações e normas em torno da segurança alimentar estão sempre evoluindo para enfrentar novos desafios. As empresas precisam acompanhar essas mudanças para garantir conformidade e eficácia em seus programas de segurança alimentar.

Essas tendências e desafios destacam a necessidade contínua de inovação, colaboração e aprimoramento constante dos padrões e práticas na indústria de alimentos para assegurar a segurança e a qualidade dos produtos oferecidos aos consumidores.

emfoco

Zoraide Gutierrez - Coordenadora da Qualidade, atuando há mais de 25 anos no setor de Controle e Garantia da Qualidade, em Indústrias no Segmento de Alimentos e Embalagens, Formada em Tecnologia dos Alimentos, Bióloga e Pós graduada em Auditoria interna, Controle de Qualidade, Vigilância Sanitária com Especialização em Segurança dos Alimentos.

Publicidade

Vigilância Sanitária

 

emfoco

Dr. Êneo Alves da Silva Jr- Traz mais informações sobre as questões Sanitárias, através destas informações você pode estar atualizando-se, informando-se e fazendo um melhor controle - Sócio/Diretor da CDL .

 

RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 331, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2019

  Dispõe sobre os padrões microbiológicos de alimentos e sua aplicação

INSTRUÇÃO NORMATIVA N° 60, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2019

Conheça as novas publicações da Anvisa:

RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 331, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2019

INSTRUÇÃO NORMATIVA N° 60, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2019

Preencha o formulário e receba o pdf das novas publicações da Anvisa:

Vigilância Sanitária

Oferecimento da Seção

banner
Receita

BOLINHO DE BACALHAU

Chef Guto Medeiros


descrição da imagem

 

Ingredientes

 

✔ 1 Kg de bacalhau (calcule cerca de 1 1/2 Kg para comprar, pois depois de cozido e limpo ele reduz bastante a quantidade)
✔ Água suficiente para deixar de molho
✔ Azeite de oliva o suficiente
✔ 300 gr. de batata cozida e amassada (aproximadamente 2 batatas pequenas)
✔ 4 col. sopa rasas de amido de milho
✔ 01 ovo
✔ 10 dentes de alho amassados
✔ 50 ml de azeite extra virgem de boa qualidade
✔ 2 col. sopa de salsinha picada
✔ Óleo quente, o suficiente para fritar em imersão

 

Modo de preparo

 

Dessalgue o bacalhau, troque a água fria sempre na geladeira 6 vezes a cada 3 horas .
Ou cozinhe ele por 3 vezes em média por 25 minutos cada cozimento, trocando sempre a água,
Desfie o bacalhau após o cozimento , e junte as batatas cozidas e expremidas em forma de purê, em seguida o amido .. o ovo .. o azeite , o alho, a salsinha e sove bem até ficar bem misturado .. faça os foguetes ou em bolinhos e frite por imersão em óleo QUENTE

Sugestão de uso da receita: desjejum e lanches

Chef Guto Medeiros,
Chef Consultor e Sócio Proprietário da Chef Guto Medeiros Gastronomia, Formado Pelo SENAC e Membro F I C Brasilie, membro da RISTOWORLD ITALY, membro da F I C Italiana, membro da Associazone Provinciale cuichi Messina, professor em Gastronomia com diversos conceitos assinados e reconhecidos em Várias Instituições de Ensino pelo Brasil, teses aceitas e reverenciadas na área de Gastronomia , projetos em técnicas de reaproveitamento de alimentos na área de merenda escolar em várias Prefeituras no Estado do Rio de Janeiro, Eleito em 2016/2017/2018, melhor chef de Santa Catarina..Viaja o Brasil e a Varios Países do Mundo dando Workshops e Palestras na área de Gastronomia e Consultorias com total excelencia em A e B .. Hotéis, Bares e Restaurantes

Chef Guto Medeiros 
047 - 99190-0699
email: Chefgutomedeiros@gmail.com
Instagram: @chefgutomedeirosoficial
Facebook: Chefguto Medeiros
Página Facebook: Chef Guto Medeiros Oficial

Torta de Limão Fácil

Por Chef Kaique Motta


descrição da imagem

 

Ingredientes

 

✔ 1 pacote de biscoito maizena
✔ 1 margarina 250g
✔ 2 caixa de leite condensado
✔ 2 caixa de creme de leite
✔ 4 limão

 

Modo de preparo do creme:

1: bate o biscoito no liguidificador para virar uma farinha, coloque a margarina amaciando com a mão atê chegar ne um certo ponto que ela fique solta, e espalhe na bandeja do fundo atê as laterais.
2: Faça um suco do limão quando estiver pronto junte o leite condensado e o creme de leite no linguidificador.

Após batido jogue o liguido encima do biscoito espalhado na bandeja.

E coloque umas raspas da casca do limão, e coloque no forno por 25min, depois tire do forno bote para esfriar e coloque na geladeira. quando estiver geladinha é só servir

 

Chef Kaique Motta,
Chef de cozinhaChef de cozinha Autis stek house · Tempo integral

Facebook LinkedIn WhatsApp

Selo do Patrocinador

banner

OFFE

banner

Certificados Conteúdos - Artigos 2018

banner

Fornecedores

banner

Certificados Conteúdos - Artigos 2017

banner

Veja como Anunciar

banner

MERCADO PROFISSIONAL

banner

ENTREVISTA

banner

COLUNISTAS MN

banner

BLOG DOS PROFISSIONAIS

banner

Edições Anteriores - EM FOCO Food Service

banner Saiba mais...

DIVULGAÇÃO - DESCONTO PARA CLIENTES DO EM FOCO FOOD SERVICE

banner

Mantenedores

banner

Emprego

Notícias do Setor de Alimentação. Cadastre-se!

Rafael Duarte - Colunista MN

Chef - SidCoelho Colunista MN

Chef Paulo Silva

Open Offices

Zilma Tavares - Colunista MN

365 - Melhorando as Cozinhas Food Service

EXPOMEAT 2022 - Apoio Mídia Marketing Nutricional

EXPOMEAT 2019 - Apoio Mídia Marketing Nutricional

Ger. Corp. Itabom - Camacho Colunista MN

Thais Tami Kenko Assessoria: Colunista MN

Mariana Nucci Nutricionista: Colunista MN

 

Nutri Food Service - Distribuidora

DIVULGAÇAO

banner

DIVULGAÇAO

banner

DIVULGAÇAO

banner

DIVULGAÇAO